Apple imita, no iPhone, reconhecimento facial do Android

É possível que, em algum momento no futuro, usuários do iPhone possam destravar o smartphone apenas olhando para ele, em vez de deslizar o dedo pela tela. Como se sabe, esse recurso já existe no smartphone Galaxy Nexus, que a Samsung e o Google desenvolveram em parceria. É parte do sistema Android 4.0, conhecido como Ice Cream Sandwich.
Mas a Apple parece estar desenvolvendo algo similar para seu sistema iOS há pelo menos um ano e meio. É o que indica um pedido de patente da empresa publicado ontem pelo Escritório de Marcas e Patentes dos Estados Unidos (USPTO). O pedido foi protocolado no USPTO em junho de 2010.
O documento descreve um sistema que emprega a câmera frontal do iPhone ou do iPad para reconhecer a face do usuário. A Apple diz que o software será capaz de reconhecer a face do usuário em condições variadas de iluminação. E que – diferentemente de outros programas de reconhecimento de imagens – será leve e rápido o bastante para ser usado em smartphones, tablets e laptops. Poderá ser usado para qualquer finalidade que exija a identificação da pessoa, incluindo destravar o aparelho como no Android.
A função de reconhecimento do Android 4.0 foi criticada por ter falhas de segurança. Usuários demonstraram que é possível enganar o software colocando a foto de uma pessoa à frente da câmera. O Google respondeu que esse recurso não é indicado para aplicações que exigem um nível elevado segurança – situação em que uma senha de proteção é recomendada.
O pedido de patente da Apple sugere que seu software vai monitorar os movimentos da pessoa e seu nível de atenção, analisando variações sutis na imagem captada. Isso talvez permita distinguir uma foto de um ser humano real. Mas não garante, é claro, que o software não possa ser enganado de alguma forma.
O iPhone 4S já emprega um sistema de detecção de face (mas não de reconhecimento) para ajustar o foco da câmera. Há que especule que o acréscimo da função de identificação visual ao iOS pode indicar que a Apple pretende facilitar o uso do iPad (e do iPhone) por vários usuários. O tablet passaria a identificar a pessoa que o manuseia e faria ajustes para que ela tivesse acesso fácil a seus documentos e contas de e-mail pessoais, por exemplo.

Por Exame

21:13 | Posted in | Leia mais »

Irmão de recordista mundial vence São Silvestre; brasileiro é 7º

Irmão caçula do fundista e recordista mundial Kenenisa Bekele, o etíope Tariku Bekele, 24, venceu pela primeira vez a tradicional corrida de São Silvestre, que teve sua 87ª edição disputada neste sábado, na capital paulista.
Na liderança da prova desde a largada, na avenida Paulista, ele chegou ao Obelisco do Ibirapuera após 43min35s --marca inferior em 0min23s do recorde da prova, que pertence ao queniano Paul Tergart, em 1995.
Na atual prova paulistana, castigada pela forte chuva em São Paulo, os quenianos vieram na sequência, dominando da segunda até a quarta colocação, com Mark Korir, Matthew Kisorio e Martin Lel, respectivamente. O marroquino Najin El Qady foi o quinto.
Damião de Souza foi o melhor brasileiro na disputa. Chegou na sétima posição. Atrás dele estava Marilson Gomes dos Santos, que neste ano tentava o tetra da São Silvestre.
Tariku é irmão do famoso fundista Kenenisa Bekele, que possuí três ouros olímpicos e uma prata. Também é recordista do Mundial dos 5.000 m e 10.000 m, além de cinco ouros em Mundiais Outdoor e um bronze. O vencedor da São Silvestre acumula no currículo um título dos 3.000 m no Mundial de Valência, em 2008.
 
VEJA OS CINCO PRIMEIROS E O MELHOR BRASILEIRO:
 
1º Tariku Bekele (Etiópia)
2º Mark Korir (Quênia)
3º Matthew Kisorio (Quênia)
4º Martin Lel (Quênia)
5º Najin El Qady (Marrocos)

7º Damião de Souza (Brasil)

Por Folha

21:12 | Posted in | Leia mais »

Neymar fatura o prêmio de 'melhor da América'

O atacante Neymar faturou neste sábado o prêmio de melhor jogador da América, concedido anualmente pelo jornal uruguaio "El País" desde 1986. Em votação feita por 247 jornalistas de 19 países dos continentes americanos, o atacante santista teve 130 votos. 
Neymar concorria com o chileno Eduardo Vargas, destaque da Universidad do Chile no título da Copa Sul-Americana, que ficou na segunda colocação --somou 70 votos. O terceiro colocado foi o santista Paulo Henrique Ganso, com 33 votos.
Com 130 votos, Neymar superou a marca do argentino Verón, que venceu a premiação em 2009, com 109 votos.
O jogador santista é o quinto brasileiro a faturar o prêmio de melhor jogador da América, concedido pelo jornal uruguaio "El País". Bebeto (1989), Raí (1992), Cafu (1994) e Romário (2000) foram os outros jogadores do país premiados.
Neste ano, Neymar conduziu o Santos ao título do Campeonato Paulista e da Taça Libertadores da América, além do vice do Mundial de Clubes da Fifa. Ele também foi o principal destaque da seleção brasileira sub-20 na conquista do Campeonato Sul-Americano da categoria.
Já Eduardo Vargas, o outro finalista, foi o destaque da campanha da Universidad do Chile na conquista da Copa Sul-Americana. Logo após o título, o jogador foi negociado com o Napoli, por US$ 14,8 milhões (pouco mais de R$ 27 milhões).
Neymar ainda pode faturar mais duas premiações no próximo dia 9 de janeiro. concorre ao Prêmio Puskás da FIFA de gol mais bonito da temporada. O santista disputa a premiação com Messi e Rooney, do Manchester United.
O atacante ainda concorre para estar na seleção ideal da temporada do prêmio Fifa/FIFPro (Federação Internacional de Jogadores de Futebol Profissionais).

SELEÇÃO
 
Neymar também está na seleção ideal do prêmio do jornal "El País". A equipe eleita tem Johnny Herrera (Universidad de Chile); Reasco (LDU), Marcos González (Universidad de Chile), Schiavi e Clemente Rodríguez; Arévalo (Tijuana), Paulo Henrique Ganso (Santos) e Riquelme (Boca Júniors.); Neymar (Santos), Hernán Barcos (LDU) e Eduardo Vargas (Universidad de Chile).
 
TÉCNICO

O prêmio de melhor técnico da América ficou com o uruguaio Oscar Tabárez.
Por Folha

21:11 | Posted in , | Leia mais »

Confira as dezenas sorteadas na Mega da Virada

A Caixa Econômica Federal sorteou por volta das 20h30 deste sábado as dezenas da Mega da Virada, com o prêmio de R$ 177,6 milhões.
Os números sorteados no concurso 1.350 foram: 04 - 36 - 29 - 55 - 45 - 03
As apostas, que começaram no dia 28 de novembro, foram encerradas às 14h de hoje. O prêmio ficou acima do valor esperado pela Caixa --de R$ 170 milhões.
No total, foram arrecadados R$ 549,3 milhões com os 88 milhões de bilhetes vendidos. O valor do prêmio deste ano é um dos maiores da América Latina, de acordo com a Caixa.
Ainda não foi divulgado o número de ganhadores do prêmio, que não acumula. Caso não haja ganhador com as seis dezenas sorteadas, o valor será somado ao rateio dos acertadores de cinco números, na quina. Se não houver ganhadores nessa faixa, os acertadores da quadra dividirão todo o prêmio, e assim sucessivamente.
A Mega da Virada de 2010 bateu recorde e pagou um prêmio de R$ 194 milhões, dividido por quatro apostas --cada um levou pra casa mais de R$ 48,5 milhões.

Por Folha

21:00 | Posted in , | Leia mais »

Após acidente no ES, Miss Brasil 2010 começa fisioterapia

A Miss Brasil 2010, Débora Lyra, 22, passa por fisioterapia para a reabilitação respiratória e da musculatura. Ela sofreu um acidente de carro na terça-feira (27) em Guarapari (ES).
Segundo o boletim médico divulgado neste sábado, Débora segue internada na UTI do Cias (Centro Integrado de Atenção à Saúde), em Vitória, com quadro estável. Como ela passou por cirurgia na coluna e só se manteve deitada desde então, ainda hoje os médicos devem avaliar se ela já pode sentar.
Exames feitos no centro apontaram uma anemia estável e não há novos sangramentos. Segundo a nota, Débora segue "lúcida e orientada".
Hermon Souza Lopes, 22, namorado da modelo, deve sair da UTI no domingo (1º), de acordo com o boletim médico. Ele também ficou ferido no acidente, passou por cirurgia no fêmur direito e teve fratura na clavícula, mas ainda vai passar por reabilitação respiratória e motora com fisioterapia.
Segundo os médicos, ele também está "lúcido e orientado", respirando sem ajuda de aparelhos e se alimentando por via oral.
 
ACIDENTE
 
O acidente ocorreu na tarde de terça, quando o Gol em que Débora estava perdeu o controle em uma curva, invadiu a contramão e colidiu um outro carro que seguia no sentido contrário. As informações são da PRF (Polícia Rodoviária Federal).
Morreu no acidente Maria Auxiliadora Miguel de Souza, 55, mãe do namorado de Débora, que dirigia o Gol. Outras duas pessoas também feridas no acidente têm quadro estável, uma delas teve alta hoje.
Por Folha

20:59 | Posted in | Leia mais »

Corpo de Daniel Piza é velado em São Paulo

O corpo do jornalista Daniel Piza, que morreu ontem aos 41 anos, está sendo velado no Cemitério de Congonhas, em São Paulo. O enterro acontece na manhã deste domingo (1º).
De acordo com o jornal "O Estado de S.Paulo", ele sofreu um AVC (acidente vascular cerebral) em Gonçalves (MG), onde passava as festas de fim de ano com a família.
Daniel Piza, que nasceu em São Paulo em 1970 e estudou na Faculdade de Direito do Largo São Francisco (USP), começou sua carreira de jornalista em "O Estado de S. Paulo" (1991-92), onde foi repórter do Caderno2 e editor-assistente do Cultura.
Trabalhou em seguida na Folha (1992-95), como repórter e editor-assistente da "Ilustrada", cobrindo especialmente as áreas de livros e artes visuais. Foi editor e colunista do caderno Fim de Semana da "Gazeta Mercantil" (1995-2000).
Em maio de 2000, retornou para o jornal "Estado" para ocupar o cargo de editor-executivo. Atualmente, trabalhava no veículo como colunista.
Traduziu seis títulos, de autores como Herman Melville e Henry James, e organizou seis outros, nas áreas de jornalismo cultural e literatura brasileira, segundo informa o site que mantinha.
Escreveu 17 livros, entre eles "Jornalismo Cultural" (2003), a biografia Machado de Assis "Um Gênio Brasileiro" (2005), "Aforismos sem Juízo" (2008) e os contos de "Noites Urbanas" (2010). Fez também os roteiros dos documentários "São Paulo - Retratos do Mundo" e "Um Paraíso Perdido - Amazônia de Euclides".
O jornalista deixa a mulher, a também jornalista Renata Piza, e três filhos, Letícia, 14, Maria Clara, 10, e Bernardo, 6.

 Por Folha

20:58 | Posted in , | Leia mais »

TJ-SP faz pagamento ilegal de R$ 1 milhão para 118 juízes

O Tribunal de Justiça de São Paulo fez pagamentos ilegais a 118 juízes que somaram cerca de R$ 1 milhão nos anos de 2009 e 2010.
Os pagamentos indevidos aos magistrados variaram de cerca de R$ 700 a R$ 62 mil. As verbas resultaram de uma conversão indevida de dias de folga, que não podem ser pagos em dinheiro, em dias de licença-prêmio, que podem ser indenizadas.
Após a abertura de um processo sobre essas quitações no CNJ (Conselho Nacional de Justiça), o próprio TJ anulou os pagamentos e determinou a devolução dos valores recebidos pelos juízes em outubro de 2010.

Por Folha

20:58 | Posted in , | Leia mais »

PSDB-SP quer resposta de Serra sobre candidatura até fevereiro

Dirigentes do PSDB de São Paulo querem obter, no mais tardar até meados de fevereiro, uma resposta definitiva do ex-governador tucano José Serra sobre as eleições de 2012.
Serra é líder das pesquisas de intenção de voto à prefeitura da capital após a eliminação da senadora Marta Suplicy (PT). O candidato petista será Fernando Haddad.
O PSDB tem quatro pré-candidatos na disputa --os secretários estaduais Andrea Matarazzo (Cultura), Bruno Covas (Meio Ambiente) e José Aníbal (Energia) e o deputado federal Ricardo Trípoli-- e prévias marcadas para o dia 4 de março.

Por Folha

20:56 | Posted in , | Leia mais »

Salário de vereador sobe até 62% em seis capitais do país

As Câmaras Municipais de ao menos seis capitais brasileiras aprovaram reajustes de até 62% nos contracheques dos vereadores. 
O objetivo da antecipação, programada apenas para o fim de 2012, é evitar o desgaste político de votar aumento salarial em ano de eleições municipais. Com isso, Belo Horizonte, São Paulo, Curitiba, Florianópolis e Maceió terão, a partir de janeiro de 2013, incremento da folha de pagamento dos vereadores.
No Rio de Janeiro, apesar de a lei estabelecer que o reajuste só pode entrar em vigor na legislatura seguinte, os vereadores já estão recebendo o aumento de 62%. Em São Paulo e em outras duas capitais, Porto Alegre e Goiânia, os vereadores também aprovaram ao longo deste ano outros reajustes, já em vigor --de 22,7%, 20,7% e 14,73%, respectivamente.
 
Por Folha

20:55 | Posted in , | Leia mais »

Gwyneth Paltrow dá dicas para curar ressaca pós-Réveillon

Gwyneth Paltrow, conhecida pelo estilo de vida saudável, usou seu site, o Goop, para dar dicas sobre como curar a ressaca pós-Réveillon.
"Todos sabemos o que ocorre na noite de Réveillon", diz a atriz. "Portanto, aqui está o que há de melhor para prepará-lo para o dia seguinte."
O texto traz citações de seis especialistas sobre como curar ressaca, além dos métodos usados pela própria estrela de Hollywood.
Para ela, uma das melhores coisas a fazer é um tratamento de inversão térmica que ela aprendeu em um spa.
"Recriei essa experiência em casa", conta. "Coloque na banheira com a água mais quente que puder aguentar com sais e bicarbonato de sódio. Fique lá por 20 minutos e depois se enfie debaixo de um chuveiro gelado por um minuto."
Depois disso, é preciso voltar para a banheira morna até se aquecer novamente. E assim sucessivamente.
Ela aproveita para fazer propaganda de uma bebida isotônica em cuja marca ela investe.
"É quase um elixir da saúde", afirma. "Tem aminoácidos, vitaminas, minerais e ervas que protegem seu sistema da inevitável ressaca."
Segundo ela, também dá para beber misturado com a bebida alcoólica para prevenir a ressaca.
A atriz também dá uma dica mais simples, embora "menos saudável".
"Às vezes, continuar bebendo um pouco do veneno da noite anterior funciona."

Por Folha

20:54 | Posted in | Leia mais »

Com 17 mi de seguidores, Lady Gaga é hackeada no Twitter

Dona de um perfil com mais de 17 milhões de seguidores no Twitter, a cantora Lady Gaga foi hackeada na tarde desta segunda-feira. Uma mensagem postada ao menos duas vezes em seu microblog garantia que todos os internautas que fossem ao link indicado ganhariam um iPad 2.
Ao clicar no link sugerido, uma mensagem afirma que "o endereço solicitado pode conter conteúdo inapropriado, ou mesmo spams e códigos maliciosos que podem ser baixados no computador do usuário sem consentimento."
Minutos após a primeira mensagem, os fãs da cantora subiram para os Trending Topics a hashtag #StopHackingGaga - pare de hackear a Gaga, em português. Já a hashtag #GagasPassword - a senha de Gaga - e #GagasTwitterPassword - senha do Twitter de Gaga - foram parar nos TTs mundial. Muitos imaginavam qual seria a senha da cantora e o que fariam se conseguissem acessar a conta de Lady Gaga.

Confira em tempo real:
Por Terra

04:23 | Posted in | Leia mais »

Overeem nocauteia e vai enfrentar Junior Cigano; Lesnar se aposenta

O marketing do UFC trabalhou forte e caprichou na promoção da luta principal da edição 141 do evento, e o encontro entre dois dos pesos-pesados mais temidos da atualidade terminou da maneira mais esperada pela maioria: nocaute. Com joelhadas no corpo e socos certeiros, o estreante Alistair Overeem conquistou um nocaute técnico para cima de Brock Lesnar na madrugada deste sábado, em Las Vegas, logo aos 2m26s do primeiro round, e se credenciou como próximo desafiante ao cinturão da categoria até 120kg, que hoje pertence ao brasileiro Junior "Cigano" dos Santos. A surpresa ficou por conta do americano, que anunciou a aposentadoria do MMA após a derrota:
- Queria agradecer ao Lorenzo (Fertitta) e ao Dana (White). Prometi à minha esposa que seria minha última luta se eu perdesse. Se eu ganhasse, a próxima seria a última. Anuncio oficialmente que estou me aposentando. Esta foi a última vez que vocês me viram no octógono.
Foi a 36ª vitória em 48 combates na carreira do holandês de 31 anos, que não perde desde 2007 e aumentou sua invencibilidade para 12 lutas. Já Lesnar, que tem 34 anos, sofreu o terceiro revés em um total de oito duelos . Ele vinha de derrota para Cain Velásquez no UFC 121, em outubro de 2010, e teve de recuperar de um problema de diverticulite durante o período em que ficou afastado dos octógonos.

A luta: chute no corpo derruba Lesnar

Os dois lutadores iniciaram o combate se estudando bastante, mas um soco de raspão já abriu um ferimento no rosto de Overeem. No entanto, o holandês partiu para cima e encaixou boas joelhadas no rival. Após um chute no corpo, Lesnar sentiu e foi ao chão. Foi então que Overeem se aproveitou do momento e aplicou uma sequência de socos até que o árbitro brasileiro Mario Yamasaki interrompesse o combate. Derrotado, o americano se despediu dos octógonos.
- Prometi que seria no primeiro ou no segundo round. Treinei bastante minha defesa, ele é um grande wrestler - comemorou Alistair Overeem após o duelo.

Por SporTV

03:13 | Posted in , | Leia mais »

PT aparelha até o futebol em Brasília

A edição de VEJA desta semana mostra uma face nova do aparelhamento petista, que não poupa sindicatos, entidades estudantis e organizações não-governamentais. A reportagem mostra como dois clubes de futebol de pouca expressão foram adquiridos por pessoas próximas ao governador Agnelo Queiroz, em circunstâncias que chamaram a atenção do Ministério Público. O Brasília agora pertence a Luis Carlos Alcoforado, advogado do governador. o Sobradinho passou a ser controlado pela família de Paulo Tadeu, o principal secretário do governo. Mas esses não foram os únicos episódios.
O Botafogo-DF, cópia do original carioca, nasceu depois que o empresário Walter Teodoro, que tem fortes ligações com o PT e fez campanha para Agnelo, comprou um antigo clube do Distrito Federal. O administrador já chegou a levantar suspeitas do Ministério Público por irregularidades na gestão de uma faculdade do Distrito Federal. Com senso de oportunidade acurado, Teodoro agora avalia mudar o nome do clube, que passaria a se chamar Nacional – coincidentemente, o nome do Estádio Nacional de Brasília, o elefante branco de 70.000 lugares que está sendo construído para a Copa de 2014.
O gigante de custo quase bilionário deve ficar às moscas durante os jogos do Candangão. Mas o espaço, localizado no centro da capital, tem tudo para se transformar em uma rentável arena de shows. Já em 2012, o governo deve escolher a empresa responsável pela gestão do estádio. Dirigentes de clubes apostam que as concorrentes terão, obrigatoriamente, de se vincular a algum time de futebol para participar da disputa.  Essa pode ser a explicação para o súbito interesse pelo combalido futebol local.
Além da administração do estádio, outra intenção pode justificar o súbito interesse do grupo petista pelo futebol local. O caminho já foi desbravado uma década atrás, pelo ex-senador Luiz Estevão, dono do Brasiliense: "É muito comum um clube de futebol pagar 10 000 de salário e obrigar o jogador a assinar um recibo de 30 000”, explica um promotor com experiência na área. A diferença, claro, não é destinada a obras de caridade.

Pioneiro - A lógica petista da ocupação de espaços se repete no Santa Maria Esporte Clube, agora controlado por Erivaldo Alves, que já foi vice-presidente do PT local e hoje trabalha no gabinete do líder petista na Câmara Legislativa, Wasny de Roure. E no Brazlândia, que está sob a influência de Bolivar Rocha, até pouco tempo secretário pessoal de Agnelo.
Mas justiça seja feita: o pioneiro clube apropriado pelos petistas foi o Ceilândia: chegou a usar uma estrela vermelha como símbolo e é presidido há anos por Ari de Almeida, que integrou o diretório do PT no Distrito Federal. Hoje, Ari também é administrador regional de Ceilândia, por indicação de Agnelo Queiroz.
Foi Ari quem negociou, ainda em 2010 e com o apoio de Agnelo, um patrocínio da União Química para a equipe. Os interesses se completavam: Agnelo era diretor da Anvisa e tinha influência sobre decisões que interessavam à  empresa farmacêutica. Em ano eleitoral, o petista ganhou apoio político na maior cidade-satélite do Distrito Federal. E o dirigente do Ceilândia viu a equipe, turbinada pelo patrocinador, conquistar o título distrital depois de seis triunfos seguidos do Brasiliense de Luiz Estevão.
Curiosamente, Luís Carlos Alcoforado era advogado da União Química, na época da parceria com o Ceilândia. Ele, entretanto, nega ter participado das negociações. A empresa, por sua vez, diz que não fechou acordo algum com o clube.
Se seguir a lógica de outras unidades da federação, a politização do futebol deve ter consequências negativas para o futebol do Distrito Federal. Mas, pelo menos para o Brasília, a troca de comando parece ter dado sorte: o clube, que havia sido rebaixado para a segunda divisão local no campeonato de 2011, conseguiu reverter a decisão em um controverso julgamento do Tribunal de Justiça Desportiva do Distrito Federal e deve jogar a elite do futebol candango em 2012.
Os adversários dizem que os métodos usados para convencer um dos conselheiros a mudar de voto e manter o time na primeira divisão não foram os mais corretos. Alcoforado nega. Fato é que, agora, a briga ameaça atrasar a disputa de 2012. Se o prejuízo ficar apenas nisso, será o menor dos males.

Por Veja

03:09 | Posted in | Leia mais »

Espanha anuncia cortes de 8,9 bilhões de euros e aumento de impostos

O governo de Mariano Rajoy, novo primeiro-ministro da Espanha, anunciou nesta sexta-feira (30) que o déficit público do fim de 2011 rondará 8% do Produto Interno Bruto (PIB), mais do que os 6% que o governo anterior, do socialista José Luiz Rodriguez Zapatero, havia anunciado, e, assim, divulgou uma série de medidas de austeridade para tentar controlar a dívida espanhola.
O anúncio do pacote foi feito pela vice-presidente e porta-voz do governo, Soraya Sáenz de Santamaría, que destacou que o déficit é "muito mais elevado do que havia comunicado e comprometido o anterior governo". Para combater a crise, o governo Rajoy decidiu implantar medidas como o congelamento dos salários dos empregados públicos e cortes de gastos em diversas áreas.
Soraya Sáenz disse que o governo aprovou corte de despesa de 8,9 bilhões de euros por meio de um acordo que limitará o orçamento dos diferentes ministérios durante o primeiro trimestre do ano. Com relação às medidas de austeridade anunciadas, será mantido em 2012 o congelamento dos salários dos empregados públicos, será ampliada a jornada de trabalho na administração pública para 37,5 horas, e congelado o quadro de funcionários de todas as administrações, salvo dos serviços básicos.
Também ficará congelado, pela primeira vez na democracia espanhola, o salário mínimo interprofissional, que na Espanha é atualmente de 641 euros por mês. O governo aprovou aumentar durante dois anos o chamado Imposto sobre a Renda das Pessoas Físicas (IRPF), no que diz respeito aos rendimentos de trabalho e "especialmente de capital". A única verba que o executivo aumentará será a relativa às pensões de aposentadoria, que serão aumentadas em 1% em 2012, o que corresponde ao reajuste previsto do Índice de Preços ao Consumidor (IPC).
Santamaría garantiu que as medidas adotadas nesta sexta-feira são apenas "o início do início" de um pacote de ajustes estruturais imprescindíveis para reduzir o déficit e dinamizar a economia espanhola. Mas ressaltou que seu governo quis "proteger os mais frágeis", aqueles que já não podem fazer mais sacrifícios. Assim, anunciou que, além da elevação nas aposentadorias, o governo vai manter a ajuda de 400 euros mensais pagos aos trabalhadores desempregados há muito tempo.
O governo de Mariano Rajoy foi eleito no fim de 2011 depois que o governo de Zapatero não conseguiu combater os problemas financeiros e econômicos da Espanha em meio à crise da dívida soberana que afetou diversos países da Europa, entre eles a Grécia, Portugal e a Itália.

Por Época

03:06 | Posted in | Leia mais »

Planos de saúde terão de cumprir 69 novas coberturas em 2012

A partir deste domingo, os planos de saúde terão de garantir a cobertura de 69 novos procedimentos que foram determinados em resolução pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). 
O novo rol é a base mínima de procedimentos que as operadoras terão de oferecer a todos os usuários de plano. Entre as principais novidades está a cobertura de 41 tipos de cirurgias por videolaparoscopia - técnica mais moderna, menos invasiva, que permite uma recuperação mais rápida do paciente - , substituindo de vez as cirurgias tradicionais feitas por via aberta.
A mais demandada foi a cirurgia de redução de estômago: a ANS recebeu um documento com 2 mil assinaturas pedindo a inclusão desse procedimento na lista das coberturas obrigatórias. Dados da Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica (SBCBM) apontam que em 2009 foram feitas 45 mil cirurgias - 25% delas por meio do vídeo. Em 2010, das 60 mil operações, 35% foram por vídeo.

Outras técnicas. E não é apenas a cirurgia bariátrica que será beneficiada no novo rol de coberturas por vídeo. Cirurgias de intestino e do aparelho digestivo também foram incluídas.
Além disso, a ANS aumentou a cobertura de exames como o PET-Scan, um dos mais modernos de diagnóstico por imagem. A partir deste sábado, os planos terão de cobrir o PET-Scan para câncer de intestino, além de linfoma e câncer de pulmão.
A ANS também alterou o número de consultas com nutricionistas, tornando ilimitado, por exemplo, o número de consultas para diabéticos que usam insulina. O novo rol também contempla sessões de oxigenoterapia para tratar pé diabético. E incluiu o implante bicoclear para pessoas com deficiências auditivas.
Outra novidade é a obrigatoriedade dos planos de pagar terapias imunológicas para pacientes com doenças reumatológicas. São terapias mais modernas, seguras, que causam menos efeitos colaterais e estancam o avanço da doença. Trata-se de um tratamento de alto custo que não é coberto pelo SUS.
Segundo Karla Coelho, gerente de atenção à saúde da ANS, a inclusão dos novos procedimentos ocorreu depois de uma série de reuniões com especialistas das áreas, operadoras de planos, prestadores de serviço e órgãos de defesa do consumidor.
A agência lançou uma consulta pública no site e recebeu cerca de 8 mil demandas e sugestões que foram analisadas pelo grupo técnico. "Cerca de 70% das sugestões vinham de usuários que solicitavam a inclusão de novos procedimentos", diz Karla.

Impacto. Karla diz que antes de incluir novas coberturas obrigatórias, a ANS fez uma análise de disponibilidade de rede, como hospitais, clínicas e laboratórios, para avaliar se os planos teriam condições de arcar com os novos atendimentos e qual o impacto disso nas mensalidades.
"A gente fez uma avaliação de todo o custo e vamos acompanhar o impacto da medida nas mensalidades. Na última revisão, publicada em 2010, o impacto foi perto de zero. A cirurgia por vídeo pode ser um pouco mais cara, mas ela reduz tempo de internação", diz.
Para entidades de pacientes com câncer, um dos pontos negativos foi a não inclusão das quimioterapias orais, que possibilitam o tratamento contra o câncer em casa e com menos efeitos colaterais. Para as entidades, essa quimioterapia é mais eficaz e reduz a ocupação de leitos.
Os transplantes também ficaram de fora da nova cobertura e devem ser analisados para a próxima atualização, que deve ser publicada dentro de dois anos.
"Muitas demandas ainda ficaram de fora, mas automaticamente elas já estão na lista das novas propostas para a próxima atualização", diz Karla.

Problemas. Para Joana Cruz, advogada do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), um dos riscos da nova cobertura é as operadoras alegarem não terem profissionais ou a tecnologia disponível em determinado município. Outro será fazer um reajuste abusivo.
"A regra exige que a operadora providencie o atendimento e o transporte para a cidade mais próxima. Mas, num primeiro momento, eles podem negar e isso caracteriza descumprimento de obrigação. O cliente precisa denunciar", orienta.
Em caso de negativa de cobertura, o beneficiário do plano de saúde deve entrar em contato com a ANS pelo telefone 0800-7019656 e registrar a queixa. Também pode procurar um núcleo da agência para fazer a reclamação pessoalmente.
A FenaSaúde (Federação Nacional de Saúde Suplementar), que representa 15dentre os maiores grupos de operadoras de saúde, informou por meio de nota que, "uma vez aprovada a inclusão de novos procedimentos no rol da ANS, a legislação será rigorosamente cumprida".
Para a Associação Brasileira de Medicina de Grupo (Abramge), as novas obrigatoriedades poderão causar a falência das operadoras de pequeno porte.

Por Estadão

02:56 | Posted in | Leia mais »

Réveillon na cidade será vigiado por 800 câmeras

Sorria: neste réveillon, mais do que nunca, haverá alguém dando uma espiadinha em você. A festa da chegada do ano novo, em Copacabana e outros pontos do Rio, será a mais vigiada de todos os tempos, num autêntico Big Brother. Além de 800 câmeras espalhadas por toda a cidade — todas conectadas ao Centro de Operações —, a prefeitura vai estrear em Copacabana dois binóculos superpotentes, capazes de vigiar muito além de toda a extensão da Princesinha do Mar.
— Compramos binóculos com alcance de dez quilômetros (a orla de Copacabana tem 4,1 quilômetros). Vamos usá-los pela primeira vez no réveillon e passaremos a utilizá-los em outros grandes eventos. Os instrumentos estarão com agentes do Centro de Operações da prefeitura (COR), que vão se revezar nas coberturas dos hotéis Windsor Atlântica e Othon. Em caso de tumultos ou qualquer outra irregularidade, eles acionarão o COR pelo rádio. Isso dará agilidade aos órgãos responsáveis por resolver eventuais problemas — explica o coordenador do Centro de Operações, Sávio Franco.
Com a aquisição dos superbinóculos, a prefeitura aposentou a figura do agente responsável por circular em meio à multidão com uma câmera. Para a prefeitura, a desvantagem em relação aos binóculos era o raio de alcance do agente, menor do que o do equipamento.
A ampliação do monitoramento com câmeras é outra novidade. Inaugurado no réveillon passado para acompanhar a rotina do Rio, o Centro de Operações completa neste sábado um ano. As mais de 800 câmeras monitoradas pelos homens do COR estão instaladas em helicópteros, nas ruas e estações do metrô e dos trens para dar suporte à festa. Na virada de 2010/2011, apenas 93 câmeras da CET-Rio estavam conectadas.
Somente em Copacabana, a vigilância eletrônica contará com 86 câmeras fixas para vigiar a orla e os principais acessos à Avenida Atlântica. Na conta estão equipamentos da CET-Rio (36), da PM (10), dos organizadores (24) e da Metrô Rio (16). Em 2010/2011, somente 51 câmeras acompanhavam a festa no bairro.
— Copacabana é o foco principal. Mas não podemos esquecer que, como a previsão é de chuva e o réveillon cai num fim de semana, muita gente não viajou. A expectativa é que o público total, entre moradores e turistas, chegue a três milhões. Isso inclui os eventos da orla onde haverá queima de fogos ou shows (Copacabana, Flamengo, Ilha do Governador, Barra, Guaratiba, Sepetiba e Ilha de Paquetá), Igreja da Penha, Rocinha, Piscinão de Ramos e festas — diz o secretário de Conservação, Carlos Roberto Osório.
A fiscalização já elegeu alguns alvos. As câmeras serão usadas, por exemplo, para identificar concentrações de flanelinhas que tentam se aproveitar da pressa dos motoristas e sugerem que eles estacionem em áreas proibidas. Os ambulantes que conseguirem escapar do cerco montado pelo Choque de Ordem nos acessos a Copacabana também estarão na mira da fiscalização. Nem quem urina nas ruas vai escapar: guardas municipais serão deslocados para locais eventualmente eleitos pelos porcalhões.
O sistema também terá outras aplicações práticas. Uma delas é indicar para ambulâncias os trajetos com menor trânsito até hospitais, no caso de emergências. Sávio Franco acrescenta que o sistema de vigilância contará ainda com outros reforços.
— O Centro de Operações também terá um link para receber imagens dos helicópteros de emissoras de TV que vão transmitir o evento. Por isso, o total de equipamentos não é fixo. Além disso, um agente da CET-Rio vai sobrevoar a cidade de helicóptero para verificar a movimentação nos principais corredores de tráfego — diz Franco.
O chefe do Centro de Operações acrescentou que o réveillon passado serviu de aprendizado para o COR, que definiu algumas mudanças. Sugeriu, por exemplo, que a partir deste ano fossem criados bolsões para ônibus e táxis nos limites de Copacabana e bloqueios no trânsito na Avenida Nossa Senhora de Copacabana e na Rua Barata Ribeiro, das 23h30m às 4h. A ideia é facilitar a saída do público da orla após o término da queima dos fogos.
— A população terá que andar um pouco mais para ingressar no transporte coletivo, como acontece em outros países durante grandes eventos. Em compensação, fará isso com mais segurança, já que algumas vias estarão interditadas aos carros de passeio — acrescentou.
Se confirmadas as projeções da prefeitura, a noite do réveillon equivalerá a um dia de semana comum no Rio. O público estimado de todos os eventos, por exemplo, será equivalente a cerca de metade da população. Isso poderá sobrecarregar vias importantes da cidade, como a Autoestrada Lagoa-Barra e as avenidas Borges de Medeiros e Epitácio Pessoa, na Lagoa, entre outras.
— Por esse motivo é importante acompanharmos a rotina, não apenas de Copacabana, mas de toda a cidade. Com base nas imagens, poderemos mudar escalas de garis para atender a locais que estejam mais sujos — disse Carlos Roberto Osório.

Número de policiais nas ruas sobe 10%

A Polícia Militar também vai usar o sistema de monitoramento por câmeras de alguns batalhões para se antecipar às ações criminosas e identificar as possíveis rotas de fuga de criminosos durante as festas de réveillon. Ao todo, 7.200 policiais militares e 1.300 viaturas já estão fazendo a segurança da população desde sexta-feira. O efetivo é 10% maior que o do ano passado. A central do 19º BPM (Copacabana) tem 12 câmeras espalhadas pelo bairro, sendo oito instaladas na orla do bairro. O batalhão está atuando com 1.554 homens.
— A equipe da sala de operações foi orientada a dar uma atenção especial às câmeras instaladas na orla. Assim que é percebida uma movimentação suspeita, a central de rádios destaca uma viatura para o local — explicou o tenente-coronel Cláudio Costa, comandante do 19 BPM.
A segurança da orla do restante da orla da Zona Sul será vigiada ainda pelas oito câmeras do 23º BPM (Leblon), que foram instaladas em pontos estratégicos entre os bairros do Leblon, Ipanema, Lagoa e São Conrado. A unidade escalou 250 agentes para fazer o policiamento no dia do réveillon.
A única câmera instalada na orla da Praia da Barra da Tijuca pelo batalhão da área está em manutenção e não estará operando hoje. A solução encontrada pelo tenente-coronel Marcos Vinícios dos Santos Amaral, comandante do 31º BPM, foi munir seus agentes com câmeras para filmar e fotografar pessoas e atitudes suspeitas no meio do público que participará da festa da virada, organizada pela prefeitura em frente à Praça do Ó. O batalhão conta ainda com quatro câmeras instaladas nas Avenidas da América e Ayrton Senna.
A Guarda Municipal vai empregar, a partir das 7h deste sábado, 2.097 guardas, sendo 489 no trânsito, que estarão distribuídos em nove pontos.

Por O Globo

02:53 | Posted in | Leia mais »

Governo dos EUA compra 20 aviões da Embraer

A Força Aérea dos EUA anunciou compra de 20 aviões Super Tucano da Embraer, relatam Agnaldo Brito e Patrícia Campos Mello. O negócio, de US$ 355 milhões, é o primeiro da empresa com o governo americano e prevê treinamento de mecânicos e de pilotos. A companhia espera vender mais 35 aviões, o que poderá elevar o total do contrato para US$ 950 milhões.

Por Folha

02:49 | Posted in | Leia mais »

Foto com arma não prejudica imagem de Kleber, diz agente

O empresário do atacante Kleber, Giuseppe Dioguardi, declarou que a foto em que o novo jogador gremista aparece com armas não prejudicará a imagem do atleta.
Segundo o agente, a foto foi tirada em um clube de tiro e não há nada fora da lei.
"Não tem nada de ilegal. É um estande de tiro, um clube de tiro. É um local onde você vai, paga e vai embora", disse o empresário. "Tudo dentro da lei. Eu fui lá com o Kleber e um amigo dele."
A imagem foi divulgada via rede social em uma página com o nome de Dioguardi.
Só que o agente negou que tenha sido ele quem tenha publicado a imagem no site.
"Não fui eu quem coloquei a foto na internet, não. Mas não vejo problema nenhum."
Aparecem posando para a câmera Dioguardi, com uma arma e um protetor auricular, Kleber, com uma arma na mão e outra na cintura, e um amigo do jogador, que também exibe uma arma.
"Acho que essa foto não traz nenhum prejuízo à imagem dele [Kleber], não. É tiro esportivo. É diferente de você estar com uma arma em uma favela ou em outro lugar", afirmou o agente.
Não há legenda na foto publicada no site. Só consta que a imagem foi divulgada na página há uma semana.
Sobre essa foto estar acessível na internet em um momento em que uma estudante se recupera de um tiro acidental disparado dentro do carro do centroavante Adriano, do Corinthians, o agente de Kleber afirmou que os casos são bem diferentes e que não podem ser associados.
"Existe um abismo entre a história do Adriano e essa foto. Não tem nada a ver", declarou o empresário do ex-jogador do Palmeiras.
O ano do atacante foi marcado por confusões com a torcida, com o técnico Luiz Felipe Scolari e com a diretoria do Palmeiras. Kleber acabou transferido ao Grêmio, onde vai receber cerca de R$ 600 mil mensais, entre salários, luvas e patrocínio.
Seu desempenho em campo no Campeonato Brasileiro ficou abaixo das expectativas: fez apenas quatro gols.

Por Folha

22:09 | Posted in | Leia mais »

Coreia do Norte nomeia Kim Jong-un comandante do Exército

A Coreia do Norte disse neste sábado (no horário local) que Kim Jong-un, o filho do falecido líder Kim Jong-il, assumiu o "comando supremo" do Exército do país, conforme divulgou a mídia estatal.
Kim Jong-Un já havia sido declarado "líder supremo" do país durante as cerimônias em memória de seu pai na quinta-feira, quando a nação completou os 13 dias de luto pela morte de Kim Jong-il.
A nomeação ocorre de acordo com um testamento deixado por Kim Jong-il, datado de 8 de outubro de 2011.
Apesar de o comunicado deste sábado ser a primeira confirmação oficial de que Kim controlará as forças armadas, relatos anteriores sugerem que ele já estava à frente da instituição quando seu pai ainda estava vivo.
Mais cedo, a Coreia do Norte adotou um tom belicoso no seu primeiro contato com o mundo exterior desde a morte do líder Kim Jong-il, anunciando que sua posição combativa em relação à Coreia do Sul será mantida, e chamando os adversários de "tolos".
O mundo observa ansiosamente a Coreia do Norte desde a morte de Kim, no dia 17, para tentar entender se o seu filho caçula e sucessor, Kim Jong-un, de estimados 28 anos, manterá a política de prioridade militar que deixou o isolado país perto de desenvolver um arsenal nuclear.
Um dia depois de Kim Jong-un ser proclamado novo "líder supremo" durante as homenagens fúnebres ao seu pai, e coincidindo com a emissão de selos com a imagem do novo líder, a Comissão Nacional de Defesa norte-coreana confirmou que vai continuar apostando pela linha dura.
"Nesta ocasião, declaramos solenemente a confiança de que os políticos tolos ao redor do mundo, incluindo as forças fantoches na Coreia do Sul, não devem esperar quaisquer mudanças da nossa parte", dizia nota da Comissão Nacional de Defesa --instância mais poderosa do militarizado Estado comunista-- lida por uma apresentadora da TV estatal nesta sexta-feira.
A mensagem confirmou a declaração de intenções feita na quinta-feira pelo número dois do regime, Kim Yong-nam, durante a cerimônia pela morte de Kim Jong-il, ao garantir que o país não teria mudanças políticas sob a nova liderança.
A Coreia do Norte está habituada a dirigir frases belicosas contra a Coreia do Sul, ameaçando, por exemplo, transformar Seul em um "mar de fogo". A animosidade norte-coreana é especialmente forte contra o governo conservador sul-coreano de Lee Myung-bak, que assumiu o poder em 2008 e encerrou uma política de aproximação com Pyongyang.
Embora na semana passada Lee tenha insistido que a Coreia do Sul não quer demonstrar hostilidade em direção ao Norte, o regime comunista criticou Seul novamente nesta sexta-feira por não enviar pêsames oficiais nem uma delegação estatal ao funeral de Kim Jong-il e por restringir a duas o número de comitivas civis autorizadas a cruzar a fronteira.
"Obrigaremos indubitavelmente o grupo de traidores (o governo sul-coreano) a pagar por seus horríveis crimes cometidos no momento da grande desgraça nacional", afirmava ao respeito o comunicado de Pyongyang.
"Nunca vamos nos envolver com o governo de Lee Myung-bak", disse a locutora ao ler a mensagem. "O mar de lágrimas sangrentas dos nossos militares e do nosso povo irão perseguir o regime fantoche até o final. As lágrimas vão se transformar em um mar de fogo vingativo que queima tudo."
Em resposta às duras asseverações norte-coreanas, uma autoridade de Seul citada pela agência local Yonhap e que preferiu não se identificar, classificou o comunicado como decepcionante, embora tenha expressado a esperança de que o Norte se estabilize rapidamente e adote uma atitude construtiva nas relações intercoreanas.
As declarações do funcionário sul-coreano se baseiam no fato de que, apesar das fortes críticas a Seul, paradoxalmente a Coreia do Norte também expressou nesta sexta-feira seu desejo de melhorar no futuro os laços com o vizinho.
"O Exército e o povo [da Coreia do Norte] seguirão o caminho da melhoria das relações Norte-Sul e da conquista da paz e da prosperidade", dizia o comunicado do Norte, que convida o Sul a cumprir acordos de cooperação que, assinados no início da década passada, permanecem nesta sexta-feira estagnados por causa das más relações.
 
SUCESSOR

Pouco se sabe sobre Kim Jong-un, apontado em 2009 como sucessor do regime comunista criado por seu avô Kim Il-sung.
Ele foi nomeado "comandante supremo" da Coreia do Norte, mas deve governar, ao menos no começo, sob o amparo de figuras de destaque do regime, como seu tio Jang Song-thaek.
 
CONFLITO
 
As duas Coreias travaram uma guerra entre 1950-53, e o conflito foi encerrado apenas por um cessar-fogo, e não por um armistício definitivo.
Em 2010, os dois países estiveram próximos de um confronto, devido ao naufrágio de um navio sul-coreano, de cuja responsabilidade a Coreia do Norte se eximiu, e de disparos norte-coreanos contra uma ilha do Sul, no primeiro incidente com mortos civis desde o fim da guerra.
A Coreia do Sul deve realizar eleições parlamentares em abril de 2012 e presidenciais em dezembro, e seu desenlace poderá modificar o rumo das relações entre ambos os países uma vez que, por lei, Lee não pode repetir mandato e poderia ocorrer uma mudança de governo.

Por Folha

22:00 | Posted in , | Leia mais »

Protestos contra Assad se espalham por toda a Síria; 35 morreram

Em meio à visita da Liga Árabe, milhares de manifestantes civis saíram às ruas de diversas províncias da Síria, em um dos maiores protestos desde o início da revolta popular. O objetivo seria colocar à prova as forças de segurança do regime do ditador Bashar al Assad para demonstrar aos monitores árabes a gravidade da repressão que, de acordo com a ONU, já deixou mais de 5.000 mortos.
Estimativas de ONGs internacionais como a Avaaz, que mantém ativistas na Síria, e o Observatório Sírio para os Direitos Humanos, com sede em Londres, estimam que ao menos 35 pessoas morreram durante confrontos só nesta sexta-feira. Mais de meio milhão de civis foram às ruas, sendo 100 mil somente na cidade de Homs, relatam as organizações.
Cerca de 250 mil se reuniram depois das tradicionais orações muçulmanas de sexta-feira na província de Idlib, no norte do país, em 74 locais diferentes, segundo o Observatório.
"Esta sexta é diferente de outras sextas. É um passo transformador. As pessoas estão ansiosas em alcançar os monitores e contar seu sofrimento a eles", disse o ativista Abu Hisham em Hama.
Um vídeo divulgado por ativistas no YouTube mostra a delegação da Liga Árabe cercada por milhares de manifestantes na província de Idlib.
Os protestos, iniciados em março, ganharam fôlego com a visita dos monitores do bloco regional, e tomaram as ruas de todo o país, em locais como a capital, Damasco, além de Homs, Hama e Idlib, pontos que vêm registrando intensos confrontos nos últimos meses.
Em Douma, no subúrbio da capital, um dos integrantes da delegação árabe viu-se obrigado a falar com os manifestantes durante uma visita a uma mesquita.
O observador, que pediu ao público que não o filmassem, embora sua imagem tenha sido transmitida ao vivo pela Al Jazeera, afirmou: "Nós, como monitores, não deveríamos falar, mas a situação me forçou a dizer algo: Estamos monitorando os elementos de um protocolo assinado entre a Liga Árabe e o governo."
"Nosso objetivo é observar, não é remover o presidente, nosso objetivo é devolver paz e segurança à Síria", disse, acrescentando que "pelo que ouvi aqui, sangue está sendo derramado".
Um segundo vídeo postado por ativistas no YouTube mostra as manifestações no subúrbio de Saqba, na capital Damasco.
Embora o regime do ditador sírio já tenha sofrido sanções das potências ocidentais e da Turquia, ex-parceiro estratégico na região, a violenta repressão vem sendo mantida nas últimas semanas.
Na ONU (Organização das Nações Unidas), tentativas de aprovar resoluções condenando o regime com mais rigidez foram barradas por China e Rússia no Conselho de Segurança, onde os dois países possuem poder de veto.
 
REPRESSÃO E TRÉGUA

No subúrbio de Barzeh de Damasco, onde grandes aglomerações também foram registradas, os manifestantes seguravam cartazes onde se lia: "os monitores são testemunhas que não veem nada", e gritavam: "Bashar, não queremos você, sírios levantem suas mãos".
Ativistas na cidade de Idlib disseram que o Exército havia tirado da vista suas armas pesadas.
"As forças de segurança moveram parte de seus tanques para fora das ruas da vizinhança e os colocaram atrás de prédios mais distantes", disse Manhal, um membro do comitê de coordenação local. "Eles também moveram os tanques para fora das ruas principais. Alguns eles colocaram em abrigos antiaéreos".
Mais cedo, o Exército Livre Sírio, grupo armado de oposição ao regime, ordenou que suas forças interrompam as ações ofensivas enquanto esperam uma reunião com a delegação da Liga Árabe.
O coronel Riad al Assad, comandante dos rebeldes, disse que suas forças por enquanto não puderam conversar com os observadores da Liga, e que ele está buscando um contato urgente.
"Emiti uma ordem para parar todas as operações a partir do dia em que o comitê entrou na Síria, na sexta-feira passada. Todas as operações contra o regime devem ser interrompidas, exceto numa situação de autodefesa", disse ele à Reuters.
"Tentamos nos comunicar com eles (monitores) e solicitamos uma reunião com a equipe. Até agora, não houve sucesso. Não recebemos nenhum número (telefônico) dos monitores, o que havíamos solicitado. Ninguém nos contatou tampouco."
 
DÚVIDAS EM TORNO DA MISSÃO
 
A missão da Liga Árabe tem despertado ceticismo, por causa da sua dimensão limitada, da sua composição e do fato de depender da logística do governo sírio. O desconforto da oposição com a missão se agravou depois de uma declaração do chefe dos monitores, um general sudanês, que disse ter tido uma primeira impressão "tranquilizadora".
O general sudanês Mustafa al Dabi, acusado por alguns de ligação com crimes de guerra ocorridos na década de 1990 na região de Darfur, fez na terça-feira uma rápida visita à cidade de Homs, epicentro dos confrontos, e disse não ter visto "nada de assustador".
Na quarta-feira (28), a França criticou a delegação árabe. "O pouco tempo de sua estadia não permitiu que apreciassem a realidade da situação que prevalece em Homs. Sua presença não impediu a continuidade da violenta repressão nesta cidade, onde importantes manifestações foram violentamente reprimidas, deixando dezenas de mortos", declarou Bernard Valero, porta-voz da Chancelaria francesa.
Dorsa Jabbari, correspondente da Al Jazeera no Líbano, disse que civis e lideranças rebeldes estão nervosos já que a presença de tropas do regime em torno dos monitores dificulta o contato.
"[Os observadores] estão sendo seguidos por forças sírias, como parte do acordo, e são responsáveis por sua segurança. Por isso, alguns moradores não sentem que têm liberdade de falar com os observadores diante de autoridades sírias", disse.
O ativista Hadi Abdullah disse à emissora que os monitores puderam constatar a gravidade da repressão nesta sexta-feira na cidade de Homs.
"Os observadores viram destruição e muita violência. Um deles perguntou aos moradores do bairro de Baba Amr: como vocês podem viver neste lugar?"

Por Folha

21:57 | Posted in , | Leia mais »

Lindsay Lohan estampará capa de edição especial da 'Playboy' brasileira

A repercussão do ensaio de Lindsay Lohan animou a "Playboy" brasileira a fazer uma capa com a atriz.
Ela vai estampar a capa de um lote especial da revista que chega às bancas em janeiro.
Trata-se de uma edição de colecionador. A publicação diz que há poucos exemplares.
"Quem quiser garantir na sua coleção, vai ter de correr na banca."
A capa será praticamente igual à da versão americana, mas com chamadas em português.
Além da capa com Lindsay, janeiro terá uma edição "regular" com a atriz Vanessa Zotth, da "Escolinha do Gugu", na primeira página.

Por Folha

21:56 | Posted in , | Leia mais »

Lady Gaga está namorando ator de 'Vampire Diaries'

A cantora Lady Gaga, 25, finalmente deixou o time das solteiras. Ela está namorando o ator Taylor Kinney, 30.
O novo casal foi flagrado caminhando abraçadinho pelas ruas de Los Angeles.
Os dois se conheceram em julho quando gravaram juntos o clipe de "You and I", no qual Kinney aparece como o par da cantora.
O ator é mais conhecido pelo papel de tio Mason na série "The Vampire Diaries".
A cantora ainda não falou abertamente sobre o relacionamento.

Por Folha

21:47 | Posted in | Leia mais »

Programa de Ana Maria Braga encerra o ano com mico ao vivo

O último "Mais Você" (Globo) do ano foi encerrado com um mico. O programa de Ana Maria Braga celebrava o Ano Novo com a presença de Beth Carvalho.
A apresentadora até pediu a música "Vou Festejar" para fechar o programa, comemorando com a equipe.
Foi quando um membro do grupo tentou abrir uma garrafa de champanhe e não conseguiu.
A garrafa passou para outros dois homens, que também não deram conta de tirar a rolha.
Segundos antes de o programa acabar, uma mulher da equipe conseguiu estourar uma segunda garrafa que estava no local.

Por Folha

21:34 | Posted in | Leia mais »

Site divulga lista com mais de 200 acusados de tortura na ditadura

O site da "Revista de História da Biblioteca Nacional" divulgou na noite de ontem uma lista com 233 nomes de acusados de tortura durante a ditadura militar.
Ela faz parte do acervo pessoal do líder comunista Luiz Carlos Prestes (1898-1990), que será doado ao Arquivo Nacional, no Rio, no próximo dia 3. A revista teve acesso exclusivo ao acervo --que inclui fotos e cartas familiares-- e publicará parte dele em sua edição de janeiro.
A lista faz parte do documento "Relatório da 4ª Reunião Anual do Comitê de Solidariedade aos Revolucionários do Brasil", de fevereiro de 1976.
Segundo a revista, ela foi elaborada em 1975 por 35 presos políticos que cumpriam pena.
Entre eles estavam Hamilton Pereira da Silva, hoje Secretário de Cultura do Distrito Federal, José Genoino, ex-presidente do PT e assessor do Ministério da Defesa, e Paulo Vanucchi, ex-ministro dos Direitos Humanos.
A relação já havia sido publicada em 1978, pelo semanário alternativo "Em Tempo". 

Por Folha

21:32 | Posted in , | Leia mais »

Nasce primeira filha de Beyoncé, diz site

Beyoncé pode ter dado à luz sua primeira filha, Tiana May Carter, nesta sexta-feira (30), em Nova York. Segundo o Huffingtonpost.com, a menina teria nascido no hospital St. Luke's Roosevelt. Representantes da cantora e de seu marido, Jay-Z, ainda não confirmaram a informação.
Logo após notícias de que a filha de Beyoncé teria nascido, o nome da garotinha já passou a figurar entre os termos mais buscado do Twitter no mundo.
Na noite de quinta-feira (29), notícias davam conta que Beyoncé havia dado entrada no hospital, mesmo lugar onde Alicia Keys teve seu filho.

Por Contigo

21:31 | Posted in , | Leia mais »

'Discurso contra privatização tucana é bobagem', diz Cabral

Sem querer criar arestas com PT e PSDB, o governador do Rio, Sérgio Cabral Filho (PMDB), dá nota dez ao primeiro ano da presidente Dilma Rousseff e defende as privatizações do governo Fernando Henrique Cardoso.
"Qualquer discurso caricato antiprivatização eu rejeito preliminarmente", declara.
Cabral, 48, que teve suas ligações pessoais com os empresários Eike Batista (EBX) e Fernando Cavendish (Construtora Delta) escancaradas após acidente na Bahia em junho, se defende: "Nunca misturei relações pessoais com decisões públicas".
Em entrevista no Palácio das Laranjeiras, ladeado por seus homens fortes --o vice-governador Luiz Fernando Pezão e o secretário da Casa Civil, Regis Fichtner--, Cabral faz um balanço do seu governo (sem dar nota).
Diz que a corrupção policial e o tráfico de drogas diminuíram. Reconhece a "situação vexatória" na educação, mas promete melhora. E avisa que José Mariano Beltrame é "candidato a secretário de Segurança até 2014".
 
Folha - Qual a sua avaliação política do governo Dilma?
Sérgio Cabral- Confesso a minha total felicidade com o governo, como gestor. Uma pessoa como a Dilma, uma mulher, que milhões de brasileiros passaram a conhecer durante o processo eleitoral, era uma incógnita.
Ela soube impor o estilo dela, avaliar o quadro internacional com muita serenidade, fazer o país avançar. Manter os fundamentos macroeconômicos, fazer uma política fiscal dura como fez é de muita competência. O primeiro ano da Dilma é nota 10.
 
Como o sr. enxerga a questão político-partidária de uma forma mais ampla? Como o sr., que já foi do PSDB, analisa o impacto desse "Privataria Tucana" [livro que trata de supostos desvios de recursos durante privatizações do governo FHC]?
Acho uma bobagem esse discurso. O presidente Fernando Henrique fez muito bem ao Brasil ao abri-lo para investidores nacionais e estrangeiros, ao permitir, no caso da exploração do petróleo e do gás, a entrada de empresas nacionais e multinacionais, acabando com o monopólio da Petrobras, acabando com o monopólio da Telebrás e abrindo para investidores nacionais e as telecomunicações.
Qualquer discurso caricato antiprivatização eu rejeito preliminarmente. Esse momento internacional permite um discurso falso, demagógico e arriscado, de que o Estado é capaz de tudo. Pelo contrário, o Estado precisa cada vez mais das parcerias público-privadas. A aliança PT-PMDB é muito positiva para o Brasil, para a governabilidade.
 
O que o sr. vai fazer em 2014?
Cuidar de reeleger a Dilma, o Michel Temer e ajudar a eleger o Pezão, porque acho que essas conquistas do Rio são muito importantes de terem continuidade. Antes, em 2012, eleger o Eduardo Paes [prefeito do Rio].
 
Mas qual o seu futuro político?
Terminar o dever de casa. Tem três anos ainda. Termino, com um Rio muito melhor do que encontrei em 2006 e sem nenhuma ansiedade do processo político.
Não tenho nenhum pensamento esquizofrênico de ocupar o lugar do Michel nem o da Dilma. Falo isso para os meus aliados. Imagina eu ficar vislumbrando a hipótese de ocupar no lugar de pessoas que eu apoiei, que estão no primeiro mandato e que eu quero que dê certo. Não faz sentido isso.
 
Um dos pontos polêmicos do ano foi a sua relação com empresários que tiveram incentivos, foram doadores de campanha, a sua vida privada e a pública entremeadas nos casos com Eike Batista e a Construtora Delta. Essa relação é inevitável, é condenável?
Nunca misturei relações pessoais com decisões públicas. Nunca.
 
O sr. não acha que viajar num jatinho de um empresário que tem relações com o Estado...
Não tem relações com o Estado.
 
Eike Batista não tem relações com o Estado, não recebe incentivos?
Mas várias empresas [recebem]. Me dói falar sobre isso porque tem um lado pessoal, emocional forte. Nunca misturei qualquer decisão pública minha com o fato de ter relações pessoais.
Eike Batista é um empresário, um dos maiores empreendedores do planeta, que não deixou de estar ao lado do Rio. Os incentivos que dei para a Nissan vir para o Rio, os que dou para a EBX ou para a Michelin são incentivos de políticas públicas.
 
E no caso da Delta?
A mesma coisa.
 
Essas empresas são doadores de campanha. O que o sr. acha do financiamento público?
Sou favorável ao financiamento público. Ele dá maior transparência e maior visibilidade aos recursos que vem para os partidos.
 
Por que entrar no Supremo contra os pedidos de informações que os deputados fazem ao 
Executivo?
Qualquer ação exige procedimentos, porque senão anarquiza, desorganiza. Solicitamos a organização do processo. Pedidos têm que passar pela comissão [da Assembleia], como acontece na Câmara dos Deputados e no Senado.
 
A polícia do Rio está menos corrupta?
Conseguimos acabar com a politização da segurança. Foi um choque cultural e de gestão. Deputado não nomeia mais comandante do batalhão, delegado. Uma felicidade enorme ter escolhido um policial honesto, sério, trabalhador. Há um permanente combate à má conduta, à milícia, por exemplo. No governo da minha antecessora foram presos menos de 40 milicianos. Já prendemos mais de 600, 700, mil. É um problema a ser enfrentado permanentemente.
 
O secretário José Mariano Beltrame vai ser candidato?
É candidato a secretário de segurança até 2014. Ele não é político, ele é um policial.
 
O tráfico de drogas diminuiu?
Diminuiu. Foi um jogo de ganha-ganha. Escasseou a droga, escasseou a arma e aumentou o valor imobiliário das residências.

O sr. elegeu educação como prioridade, mas o Rio vai muito mal em educação. Está em penúltimo no Brasil.
Na educação eu errei no primeiro mandato: mantive a politização na ponta, nas coordenadorias. [O secretário Wilson] Risolia está fazendo um trabalho emocionante. É vexatória a situação. Vigésimo sexto no Ideb [Índice de Desenvolvimento da Educação Básica] me envergonhou profundamente. Meu compromisso é estar entre os cinco do Ideb em 2014.

Por Folha

21:29 | Posted in , | Leia mais »

Governo suspende plano para reduzir homicídios

O governo suspendeu, por tempo indeterminado, a elaboração de um plano de articulação nacional para a redução de homicídios, um dos pilares da política de segurança pública anunciada pelo ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, no início do ano. A decisão surpreendeu e irritou integrantes do Conselho Nacional de Segurança Pública (Conasp), que acompanham a escalada da violência no país. O Brasil é o país com o maior índice de homicídios do mundo em termos absolutos — quase 50 mil por ano, 137 por dia — e o sexto quando o número de assassinatos anuais é comparado ao tamanho da população.
Em janeiro, ainda embalado pelo ritmo da campanha do ano passado, Cardozo anunciou que buscaria um pacto com os governadores, inclusive com os oposicionistas, para preparar um grande plano de combate à violência. Em maio, depois de longos meses de discussões internas, um representante da Secretaria Nacional de Segurança Pública chegou a apresentar o esboço do plano numa reunião do Conasp. A proposta seria enviada ao Palácio do Planalto e, depois, anunciada formalmente como o plano do governo federal para auxiliar governos estaduais a reduzirem crimes de sangue.
Mas, depois de passar pela Casa Civil, o plano foi discretamente engavetado. No Conasp circula a informação de que a proposta foi vetada pela presidente Dilma Rousseff. A presidente teria orientado o Ministério da Justiça a concentrar esforços na ampliação e modernização do sistema penitenciário, no combate ao crack e no monitoramento das fronteiras, áreas em que o governo tem papel primordial, conforme a Constituição. Planos específicos de combate a homicídios estariam a cargo dos governos estaduais.
— Ficamos sabendo que Dilma mandou devolver o plano porque a redução de homicídios é papel dos estados e não do governo federal. Consideramos isso um retrocesso e estamos cobrando que o governo apresente sua estratégia de enfrentamento da violência — afirmou Alexandre Ciconello, representante do Inesc (Instituto de Estudos Socioeconômicos) no Conasp.
Segundo ele, a equipe de Cardozo suspendeu até mesmo as discussões sobre o Pronasci (Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania) no âmbito do conselho. Lançado em 2008 pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o programa reunia quase 100 diferentes ações com um objetivo central: reduzir o índice de homicídios no Brasil de algo em torno de 26 por 100 mil habitantes para 14 por 100 mil em 2012. O último Mapa da Violência, divulgado pelo Instituto Sangari, informa que a média nacional de homicídios é de 26,2, um número bem distante da meta original.

Conselho exige esclarecimentos

A existência do plano de homicídio, apresentado e depois retirado de pauta, foi atestada também por Tião Santos, um dos dirigentes da ONG Viva Rio com assento no Conasp. Segundo ele, um dos assessores da secretária nacional de Segurança Pública, Regina Miki, fez uma apresentação da proposta numa reunião do conselho em maio.
— O Daniel (assessor da Senasp) apresentou as linhas gerais da proposta (de redução de homicídios), mas não fez o detalhamento. Esperamos que isso aconteça o quanto antes — defendeu Santos, que acredita que mesmo que o combate aos homicídios seja atribuição dos estados que o governo federal poderia atuar como coordenador: — Poderia definir rumos para monitorar homicídios, ajudar com aparelhagem tecnológica e até demarcar, por exemplo, em que grupo os índices devem cair primeiro. O Mapa da Violência mostra a faixa etária e a classe social mais atingidas. Trabalhar este grupo poderia ser um começo.
A surpreendente guinada na política de segurança pública foi notada inicialmente pelo ex-secretário nacional de Segurança Pública Luiz Eduardo Soares, que escreveu um duro artigo criticando o governo e responsabilizando a presidente pela alteração de rota. O texto, divulgado em outubro, foi recebido com silêncio pelo governo. A retirada do plano e a falta de respostas aumentaram a tensão no Conasp.
Segundo Ciconello, o conselho não voltará a se reunir até que o governo se disponha a esclarecer como encara a questão dos homicídios.
— É lamentável que as decisões do governo federal com relação à política de segurança pública se deem de forma irracional e autoritária. É lamentável também a passividade do ministro da Justiça e da secretaria nacional de Segurança Pública com essa atitude da presidente da República, que desconsidera a lei que criou o Pronasci e que estabelece a responsabilidade da União na articulação de ações da segurança pública, com foco explícito na redução de homicídios— afirma.
Em entrevista ao GLOBO, Cardozo negou que a presidente Dilma tenha abdicado da política de redução de homicídios. Segundo ele, o plano que estava sendo preparado inicialmente sobre o assunto esbarrou na falta de informações confiáveis sobre violência. O governo decidiu, então, enviar um projeto de lei ao Congresso para criar o Sinesp (Sistema Nacional de Estatística de Segurança Pública e Justiça), que torna obrigatório o repasse regular de dados ao Ministério da Justiça.
— Relativamente ao plano de homicídios nós esbarramos num problema grave que precisa ser colocado: a imprecisão de dados, a dificuldade que nós temos de localizar a criminalidade no país. Nosso próprio Mapa da Violência é divulgado com dados do SUS (Sistema Único de Saúde) de 2008, o que, óbvio, dificulta imensamente uma estratégia de enfrentamento da violência. Segurança pública exige uma avaliação global. É preciso cruzar dados para saber causas — disse Cardozo.
Segundo o ministro, o governo não pode agir por intuição. Cardozo calcula que o projeto do Sinesp será aprovado até 2013. Antes disso, ele acredita que o governo já terá dados consistentes para preparar novos planos de ação. Uma auxiliar de Dilma Rousseff negou que a presidente tenha vetado o plano para redução de homicídios:
— A presidenta analisa todas as propostas. Se encontra pontos fracos, devolve ao autor e determina a reelaboração. É só isso. Não tem veto.

Por O Globo

03:25 | Posted in | Leia mais »

Cancelado registro de prótese de mama francesa

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) anunciou nesta quinta-feira que vai cancelar o registro das próteses mamárias da empresa francesa PIP (Poly Implants Protheses). A decisão é motivada pelos testes divulgados pela governo francês recomendando a "retirada preventiva" dos implantes. As próteses estavam suspensas no Brasil desde abril de 2010, quando já havia sido constatado uma taxa de rupturas acima do normal.
Além do cancelamento do registro, a Anvisa determinará o recolhimento das próteses que ainda estão em posse da importadora do produto. Foram importadas, ao todo, 34.631 unidades — 24.534 foram comercializadas. Segundo a Anvisa anunciou em comunicado, as 10.097 próteses restantes serão recolhidas.
A Anvisa recomenda às pacientes que receberam implantes da PIP (quando a cirurgia é realizada, as pacientes recebem um documento indicando a marca usada) que procurem seus médicos para avaliar a necessidade da retirada ou não da prótese.
A Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica recomenda que os médicos procurem as pacientes para realizar uma avaliação. Segundo o presidente eleito da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, José Horácio Aboudib, “não há motivo para pânico. As pacientes só precisam ser acompanhadas mais de perto."
Por Veja

03:10 | Posted in | Leia mais »

Polícia do Egito invade e fecha ONGs acusadas de 'traição'

O Conselho Supremo das Forças Armadas do Egito, órgão responsável pela transição no Egito após a queda da ditadura de Hosni Mubarak, deu uma mostra nesta quinta-feira (29) de seu pouco apreço pela democracia. A mando do SCAF, como o conselho é conhecido por seu acrônimo em inglês, promotores públicos, apoiados por policiais e militares, invadiram e fecharam os escritórios de cinco organizações não-governamentais que atuam no Egito, prendendo temporariamente os empregados das ONGs e confiscando documentos, computadores e telefones celulares. Entre as ONGs afetadas estão dois institutos ligados aos partidos Republicano e Democrata, os dois principais dos Estados Unidos.
As invasões ocorreram de forma quase simultânea nos escritórios das cinco ONGs. Duas delas são egípcias, o Centro Árabe pela Independência da Justiça e das Profissões Legais e Observatório Orçamentário e de Direitos Humanos. As outras três são americanas – o Instituto Nacional Democrata e o Instituto Republicano Internacional, ligadas aos partidos dos Estados Unidos, e a Freedom House, baseada em Washington e conhecida por seu trabalho de monitoria das democracias pelo mundo. Segundo a Mena, a agência oficial de notícias do governo do Egito, as cinco ONGs, e outras 12 que ainda não foram invadidas, são investigadas por receber financiamento de governos estrangeiros de forma ilegal. Segundo uma lei de 2002, as ONGs precisam receber autorização do Ministério de Solidariedade Social do Egito antes de começarem a receber financiamento externo.
Segundo o jornal The New York Times, os dois institutos ligados aos partidos políticos atuam no Egito desde 2005, monitorando as eleições. A ONG do Partido Republicano divulgou nota afirmando ser "irônico" o fato que "mesmo durante a era Mubarak" a organização "não era sujeitada a ações tão agressivas". Kenneth Wollack, diretor da ONG democrata, afirmou que a ofensiva contra "organizações cujo único objetivo é apoiar o processo democrático" é um "sinal perturbador". Em seu site, a Freedom House, condenou a invasão e afirmou que se tratava de um "ataque sem precedentes contra organizações da sociedade civil internacional e seus parceiros locais egípcios". David J. Kramer, o presidente da ONG, fez duras críticas ao SCAF e afirmou que as ações fazem parte de uma "intensa campanha" para desmantelar a sociedade civil egípcia. "É a mais clara indicação até aqui de que o SCAF não tem intenção de permitir o estabelecimento de uma democracia genuína e está tentando tratar a sociedade civil como bode expiatório por sua abismal falha em administrar a transição egípcia de forma efetiva".
O senador americano John McCain, que perdeu a eleição de 2008 para Barack Obama, divulgou uma nota se dizendo "profundamente preocupado" com a ofensiva contra as ONGs. McCain afirmou que teve "excelente relação" com os militares egípcios antes, durante e depois da revolução que derrubou Mubarak e que considera a ação "injustificada". "Esses abusos, junto com a crescente violência contra demonstrações pacífics nas últimas semanas, são reminiscências das práticas do regime de Mubarak".
O fechamento das ONGs se dá após diversas afirmações por parte dos militares de que "mãos estrangeiras" estão por trás dos protestos que foram realizados diversas vezes nos últimos meses contra o SCAF, motivados pela recusa dos militares de transferir o poder para um governo civil e pela incapacidade do governo militar de aplicar reformas que a população exige. Em setembro, o Ministério da Justiça do Egito divulgou um relatório afirmando que 30 ONGs estavam recebendo financiamento ilegal do exterior e o ministro da Justiça, Mohamed Abdel Aziz al-Guindi, afirmou que elas seria processadas por "traição" por "mandarem informações sensíveis para agentes estrangeiros". Ao jornal Egypt Independent (antes chamado de Al-Masry Al-Youm), o advogado dos direitos humanos Negad El Borai afirmou que a ofensiva contra as ONGs era esperada como "resultado pela posição dessas organizações contra os militares". Segundo El Borai, a ofensiva certamente terá um impacto negativo na atuação dessas ONGs, mas ainda não é possível "ter certeza sobre quão ruim será".

Por Época

03:06 | Posted in | Leia mais »

Empresas aéreas fazem liquidação de bilhetes na véspera do ano-novo

Contrariando a máxima de que para comprar passagens com desconto é preciso planejar a viagem com antecedência, as companhias aéreas estão liquidando bilhetes às vésperas do ano-novo. 
Nas compras de última hora há preços baixos não apenas em voos para destinos pouco procurados no dia 31. Para os passageiros que temem passar a virada dentro de um avião, há lugares em voos que partem pela manhã.
Nesta quinta-feira era possível achar passagens de Campinas para o Rio, palco da festa de réveillon mais procurada do País, por R$ 53, sem taxas, na TAM. Para chegar à capital fluminense partindo de Vitória, o valor mais baixo era de R$ 72, pela Azul. De São Paulo para Florianópolis, outro destino de fim do ano, havia passagens por menos de R$ 100.
Um dos valores mais baixos foi encontrado na Webjet: R$ 30 do Rio para Belo Horizonte.
Com preços mais elevados nas últimas semanas, algumas empresas tiveram dificuldades para vender passagens para o fim do ano. Como as vendas não decolaram, as aéreas se viram obrigadas a baixar as tarifas para encher os aviões. Para o consultor Allemander Pereira, as promoções foram uma forma de atrair os consumidores receosos de comprar passagens e passar o réveillon em aeroportos.
Ele afirma que a possibilidade de greve dos aeroviários e dos aeronautas este mês deixou os passageiros mais cautelosos. Além disso, com a previsão de chuvas para esta época do ano, há o risco de alguns aeroportos interromperem temporariamente pousos e decolagens.
No caso do Rio, as promoções também se devem à desistência de consumidores que não encontraram hotel. "O Rio está com capacidade de hotelaria esgotada. Isso limita o fluxo. Já outros destinos não estão encontrando a mesma demanda", avalia o professor Marco Aurélio Cabral, da Universidade Federal Fluminense. Na Central do Brasil, que reúne estações de trens e de metrô no Rio, o movimento é grande nos quiosques das empresas aéreas. Nos últimos meses, Webjet, Gol e TAM instalaram pontos de vendas no local de olho na nova classe média. Procuradas pela reportagem, as empresas aéreas não responderam, mas vendedores que estavam ontem nos balcões instalados na Central relataram que, com o lançamento das promoções, as vendas subiram rapidamente.

Economia

Os consumidores que buscaram passagens para depois da virada também conseguiram preços baixos. Os servidores públicos Lismária Batista de Andrade e Maurício Braule Pinto, de Brasília, vão passar o réveillon no Rio e depois continuam a viagem por Argentina e Uruguai.
Com o smartphone na mão, Lismária comparava os preços enquanto conversava com a atendente da Gol na Central do Brasil. Apesar de considerar atrativos os preços para a época do ano, ela optou por não fechar negócio com a aérea brasileira e resolveu comprar o trecho final pela uruguaia Pluna. "Vale a pena pesquisar, em razão da diferença de preço entre as companhias, que é grande", conta a servidora, que disse ter conseguido comprar os bilhetes para as oito pessoas da família por R$ 1.000 a menos na empresa estrangeira.

Por Estadão

02:52 | Posted in | Leia mais »

Em 2011, ouro e dólar foram os mais rentáveis

Em ano de crise internacional, o ouro mostrou que se beneficia das turbulências e, pelo segundo ano, teve a maior rentabilidade no país. Opção pouco acessível ao pequeno investidor, o metal se valorizou 15,85% em 2011. No ano passado, a valorização foi de 32,26%. Na vice-liderança das aplicações vem o dólar, que fechou o ano em R$ 1,869, com valorização de 12,18%.

Por Folha

02:20 | Posted in | Leia mais »

Beyoncé está internada em maternidade para dar à luz, diz tabloide

De acordo com o tabloide "Daily Mail" e com vários outros sites, a cantora Beyoncé pode estar a apenas algumas horas de se tornar mãe.
Boatos dão conta que a cantora já estaria internada em um hospital nova-iorquino para dar à luz a qualquer momento.
Enfermeiras do hospital St Luke's Roosevelt andam espalhando que reservaram uma suíte para a chegada de uma celebridade que vai dar à luz.
Segundo o site MediaTakeOut.com, metade do andar da maternidade do hospital foi reservada pela cantora, embora o hospital não confirme.
Em um vídeo de seu DVD "Roseland", a cantora diz que estava gravando o vídeo de "Countdown" no dia 23 de setembro, aos seis meses de gravidez, o que significa que ela estaria agora completando seu nono mês de gestação.
Nesta quinta-feira, a mãe da cantora, Tina, 57, e sua irmã Solange, 25, além do sobrinho Julez, foram vistos fazendo compras na cidade, onde eles não moram, o que fez levantar ainda mais as suspeitas de que a cantora vai dar à luz em breve.

Por Folha

02:15 | Posted in | Leia mais »

Apple vai lançar dois iPad 3 já em janeiro, dizem taiwaneses

Nesta quinta-feira, um novo rumor sobre o iPad 3 apareceu na internet: a Apple vai lançar o tablet já em janeiro, durante a feira iWorld, antes conhecida como Macworld. E o produto terá duas versões. A notícia é do Digitimes, de Taiwan, que diz ter conseguido a informação de fabricantes locais de componentes eletrônicos.
Segundo o Digitimes, uma das diferenças entre os dois modelos do iPad 3 estará na câmera principal. Um deles terá câmera de 5 megapixels com sensor de imagem fabricado pela Samsung. O outro trará uma nova câmera de 8 megapixels com sensor da Sony, que também fornece esse componente para o iPhone 4S. As novas câmeras seriam uma resposta às críticas feitas ao iPad 2, que fotografa com resolução real de menos de 1 megapixel.
Como já foi divulgado antes, o iPad 3 também terá, como uma das principais novidades, uma nova tela com a altíssima resolução QXGA (1.536 x 2.048 pixels). Ela terá quatro vezes mais pixels que a tela do iPad atual. Essa tela, pelo que se sabe, está sendo fabricada por três empresas – Sharp, Samsung e LG. O iPad 3 também deve marcar a estreia do novo processador A6, da Apple. Segundo o Digitimes, será um chip com quatro núcleos de processamento (o A5, usado no iPad 2 e no iPhone 4S, tem dois núcleos). O processador estaria sendo fabricado pela Samsung.
Entre as informações citadas pelos taiwaneses, a que parece mais esquisita (e, por isso, deve ser vista com cautela) é a afirmação de que a Apple vai fazer o lançamento durante o iWorld. A empresa de Cupertino anunciou, três anos atrás, que não participaria mais do evento. A última vez em que ela esteve oficialmente nele foi em 2009.
Além disso, essa informação contraria as que foram divulgadas por outras fontes. Nesta semana, outro jornal de Taiwan, o Economic Daily News, disse que o lançamento será no final de fevereiro, uma data bastante mais provável. A próxima edição do iWorld acontece de 25 a 29 de janeiro em São Francisco, na Califórnia. Uma volta da Apple ao evento seria surpreendente.

Por Exame

21:14 | Posted in | Leia mais »

Falcão descarta Fla e Timão e abre as portas para Internacional e Japão

Depois de anunciar via Twitter que não é mais jogador do Santos, o ala Falcão interrompeu por alguns minutos suas férias na Bahia para atender por telefone o GLOBOESPORTE.COM. O craque afirmou não ter mágoa da diretoria do Peixe, mas admitiu que ficou triste com o fim do time campeão da última Liga Futsal.
Para 2012, ele não tem nada fechado ainda e, a partir de agora, com o anúncio oficial de que está deixando o litoral paulista, está aberto às negociações. Do que foi noticiado até este momento, ele descartou uma possível ida para o Corinthians ou para o Flamengo, disse que espera uma proposta do Internacional e vê com muito bons olhos atuar no Japão em 2013, o que seria a primeira experiência dele fora do Brasil.
- Eles querem fazer comigo no futsal o que fizeram com o Zico no futebol - revelou.
Confira abaixo o que o maior jogador da história do futsal brasileiro está planejando para o futuro da carreira, que deve durar pelo menos mais seis anos e ser encerrada num clube brasileiro.
 
Você deixa o Santos com alguma mágoa?

Mágoa nenhuma. A decisão do clube tem que ser respeitada. Queria cumprir o contrato de dois anos, mas o clube não quis continuar o projeto, o porquê só a diretoria pode dizer. Fico triste, porque o ano foi intenso, fantástico, estava numa ótima cidade, pela primeira vez em 17 edições da Liga Futsal uma equipe de São Paulo chegou à final e venceu. Foi um período curto, mas feliz. Fizemos até os jogadores de futebol do Santos saírem de casa para nos ver jogar.
 
O Santos pagou multa ou a rescisão foi amigável?

Pagou multa, mas não foi o valor total. As duas partes cederam e chegamos a um acordo bom para todo mundo.
 
Sobre o seu futuro, o que tem de verdade sobre uma proposta do Japão?

O projeto do Japão é para 2013, porque quero focar na seleção e no Mundial da Tailândia em 2012 (a data ainda não está definida, mas deve ser em novembro). Vínhamos numa conversa desde junho, nos encontramos pessoalmente agora, na final do Mundial de Clubes, quando acompanhei a delegação do Santos. Tive boas reuniões com os japoneses, que querem fazer comigo no futsal o que fizeram com o Zico no futebol. Eles me mostraram coisas bacanas, fiz uma contraproposta e eles têm até maio para me responder.
Vou levar muito em consideração meu lado pessoal, meus filhos já não são mais tão pequenos, será uma mudança drástica para a gente, mas ir sem a minha família nem pensar. Tem que ver também se o dinheiro compensa.
 
Se o Japão é para 2013, o que você quer fazer em 2012? Fala-se em Internacional, Corinthians, Flamengo...

No Flamengo, a chance é zero. Abrimos uma conversa no meio do ano, acho fantástico eles voltarem com o time de futsal, mas como não vai disputar a Liga em 2012 e eu quero jogar essa competição para me preparar para o Mundial, não tem como eu atuar pelo Flamengo.
Com o Corinthians, também não tem nada. Estou de férias na Bahia com o Edu (gerente de futebol do Corinthians) e nem tocamos neste assunto. O Corinthians está com o grupo fechado para 2012.
O único contato foi com o Inter. Eles ficaram de me mandar um projeto por e-mail, mas até agora não recebi nada.
A partir de hoje (quinta-feira), estou oficialmente aberto a conversas. Independentemente do clube em que for jogar, sempre vou deixar claro que existe essa possibilidade de ir para o Japão em 2013.
 
Você teve uma experiência longa de oito anos no Jaraguá e uma curta no Santos. O que você prefere: defender um clube-empresa ou um clube com tradição no futebol?

As duas situações têm seus prós e seus contras. Num clube-empresa, como o Jaraguá, a cidade respira aquilo e a segurança para você fazer um contrato mais longo é maior. Mas atuar por um clube grande, de camisa é fantástico, mas o foco principal não é o futsal. No Santos, em um ano acabou. Mas não descarto nada e não tenho pressa para decidir. Com o meu anúncio oficial, as equipes devem estar se mexendo e as propostas devem aparecer.
 
Aos 34 anos, você já pensa em parar?

Quero ganhar sempre, não existe isso de eu ser o Falcão e o que eu ganhei até hoje está bom. Quero sempre ganhar o próximo campeonato e acho que posso jogar por pelo menos mais cinco, seis anos. Em alto nível, pelo menos mais três. E minha vontade é encerrar a carreira jogando no Brasil.
Por GloboEsporte.com

21:13 | Posted in | Leia mais »